Comece por aqui

cropped-capa4-2.png

Fico feliz por você estar lendo esse texto agora. Ao mesmo tempo fico um pouco preocupado: se você se interessou nesse assunto, sua vida profissional não anda tão bem assim. Pare e pense. Você está feliz em seu trabalho? Está mesmo? Ele te realiza profissionalmente e financeiramente? Difícil de responder essas questões…  Também  já passei por isso. E neste site quero que você tenha todas as dicas e informações que precisa para saber qual a melhor forma de buscar um emprego que você realmente goste.

Se você trabalha em algum lugar que se sente bem, gosta do que faz e acha bom o seu salário e benefícios, esse site não é para você. Ressalto que não sou de forma alguma contra pessoas que são felizes em empregos tradicionais. Se você é feliz fazendo o que faz, ótimo. Um problema a menos para sua vida. Mas infelizmente não estava feliz nos meus últimos trabalhos e vi que a maioria dos meus colegas também não estava, nem as pessoas com quem eu conversava sobre isso. Pior que isso: não tomavam nenhuma atitude que realmente pudesse mudar a situação.

O Mudança de Planos, como o próprio nome diz, é o espaço para quem quer uma alternativa para o futuro, ter uma carreira com sentido. Algo bem diferente de ir trabalhar triste e desmotivado. É a luta diária e constante para você trabalhar com o que gosta e ser feliz. Para isso, irei entrevistar pessoas que fizeram essa mudança, que vão nos contar em detalhes quais foram os passos necessários, o que foi preciso dar prioridade e o que foi necessário deixar em segundo plano para obter êxito na mudança.

O site não tem uma periodicidade de entrevistas, até porque nem sempre conseguirei cumprir o tempo caso programe. As entrevistas e o conteúdo precisam ser avaliados e ter qualidade. Não adianta postar um conteúdo que não rendeu todas as respostas para as suas dúvidas.

Quero deixar claro também aqui nesse espaço, antes mesmo de você ler as entrevistas, algumas informações e opiniões sobre a minha “Mudança de Planos”. Principalmente para você que acha que para abrir um site/empresa/negócio precisa ter dinheiro guardado, investir muito, demorar para ter retorno e não saber se o investimento terá resultado.

Dinheiro não é o mais importante

Desde que passamos a nos entender como gente, termos nossa opinião e vermos o mundo da nossa forma, um dos maiores problemas enfrentados é o dinheiro. Eu explico. Você tem de trabalhar em algo que dê dinheiro, investir esse dinheiro em casas modernas e carros do ano, além de economizar o mesmo dinheiro para quase tudo.

Aquela viagem dos sonhos ou um jantar em um restaurante bacana são “desperdícios”. Não estou aqui dizendo que o certo é o desapego total. Sou favorável a ganhar dinheiro, mas que para isso não precise deixar de ter bem-estar. E também não é com um super carro e uma casa gigante que seremos mais felizes. Não tenho casa própria e tenho um carro popular, mas não estou economizando todas as moedas para trocar de carro, por exemplo.

Lembre-se sempre que o dinheiro só pode ser aproveitado enquanto você estiver vivo. Então vá fazer aquela viagem dos sonhos, conheça lugares maravilhosos e acumule lembranças para guardar na memória. Isso vale muito mais do que qualquer valor financeiro. Garanto: isso é mais bacana que ter três carros na garagem.

Ser diferente é normal e positivo

Seja diferente. Sim, você não precisa ser igual a todos os seus amigos. Se quiser trabalhar em uma profissão diferenciada e que ninguém acha interessante, vá em frente. Siga sua intuição e faça o que você acha que te faz feliz. Vale aquela máxima também de que se o trabalho dos seus sonhos não existe, você terá de criá-lo.

Outro ponto importante é tentar filtrar o que as pessoas ao seu redor dizem, ainda mais se for algo negativo. Tente não dar tanta importância ao que seus pais e seus amigos falam para você sobre trabalho. Se fosse pelos meus pais, eu seria médico, advogado ou administrador. Eram as únicas profissões que eu ouvia quando era mais novo e parecia que as possibilidades estavam restritas a elas. Até fiz um semestre de uma faculdade de informática, mas desisti e me matriculei em jornalismo. Todos diziam que não tinha futuro, que o salário era baixo e que não era uma boa opção. Mal sabiam eles que um ano depois eu conheceria a minha namorada e um dos motivos que me aproximou dela foi o jornalismo. Motivo bom o suficiente para ter feito essa faculdade.

Hoje estou formado e penso que decidir aos 17 anos o que fazer da vida, e por forte influência e pressão, não é uma boa ideia. Na verdade é uma furada e, às vezes, pode se transformar em um caminho sem volta. Quando tomei essa decisão de abrir o site já estava no último semestre de faculdade e terminei o curso, claro. Sei que vai ser importante essa formação para mim, ainda mais que vou escrever e fazer entrevistas para o site. Mas por diversas vezes durante a faculdade me surgia a dúvida: estava realmente fazendo o que queria para o resto da minha vida? Portanto, se você não sabe o que fazer da vida não se desespere. Nem sempre entrar correndo em uma faculdade é a solução.

Aproveite a internet e as tecnologias

Estamos em uma evolução constante e a tecnologia chegou para auxiliar nossas vidas. Devemos utilizar melhor essa ferramenta. Hoje, boa parte dos trabalhos precisa somente de internet para ser executado. Por que não aproveitar essa simplicidade e conseguir trabalhar de qualquer lugar? Já pensou como seria fantástico sair pelo mundo apenas com o seu computador e poder trabalhar sentado na beira de um rio ou naquela praia paradisíaca com paisagens maravilhosas?

Enquanto isso você está lá na sede da empresa, triste. E, na verdade, nem é totalmente necessário sair do seu atual trabalho. Se o serviço que você faz pode ser realizado de qualquer lugar, essa é uma forma simples de se readequar e tornar o seu dia mais interessante.


Planejamento

Quando decidi que iria sair de meu emprego e abrir um site, em março de 2014, não tinha nada definido. Sabia que queria abrir um site, trabalhar com ele e me tornar um nômade digital. Mas dessa decisão até o Mudança de Planos foi uma longa caminhada. Durante esse tempo que estive formulando a ideia, fui lendo e pesquisando muito sobre o assunto, tentando me manter informado sobre tudo que eu precisava naquele momento e iria precisar mais adiante.

Sabia já na largada que precisaria alguém para fazer o site. Fiz alguns orçamentos e vi que não tinha como pagar esse trabalho. Comecei a pensar em guardar dinheiro para depois investir nisso. Ao mesmo tempo não estava feliz no meu trabalho e já estava há algum tempo procurando outro emprego. De tanto procurar conheci um empresário, que gostou da proposta de assessoria de imprensa para a empresa dele e me contratou. Quando conversamos a primeira vez sobre a proposta, fechamos uma parceria de um tempo de trabalho em troca do site, que foi construído pela irmã dele. Como ainda tinha o outro trabalho para me sustentar, aceitei na hora. Era a oportunidade de poder ter o site sem precisar tirar o dinheiro do bolso – bom, nem tinha de onde tirar.

Não trabalho mais com esse empresário, mas hoje faço freelas para ter alguma renda e invisto o resto do tempo no site. Seria ótima aquela iniciativa de largar tudo e investir só no site. Apoio totalmente quem tem essa possibilidade. Mas para quem não tem condições, como é o meu caso, arrumar um emprego mais flexível e organizar seu tempo para também ir trabalhando com o que ama é a melhor opção e tira aquela imagem de que você só vai trabalhar com o que gosta se tiver dinheiro guardado, largar tudo e se dedicar somente nisso.

Então, esse meu exemplo já anula aquela tese de que você só vai conseguir trabalhar com o que gosta quando guardar muito dinheiro e que não tem como permanecer em seu emprego enquanto seu novo trabalho não te dá estabilidade.

Persistência

Se você não colocar na cabeça o que quer e ir atrás, jamais conseguirá o que deseja. Está infeliz no trabalho? Então porque não se mexe e dá um jeito de sair e ir fazer o que gosta? Aviso que o emprego dos seus sonhos ou mesmo outro emprego não batem na porta pedindo se você aceita. Precisamos ir atrás do que queremos.

Tenho uma marca pessoal que é de não ficar muito tempo em meus empregos. O máximo que eu fiquei em um foram dois anos e meio. Tenho 24 anos e já trabalhei com carteira assinada em cinco empresas. Mas todas as vezes em que estava insatisfeito, queria algo novo e começava a ir atrás, não demorava muito para conseguir trocar de emprego. Não precisa levantar da cadeira agora, pedir demissão para seu chefe e dizer que está livre. Para tudo é necessário planejamento.

Você deve pensar para onde quer ir, quais são suas opções ou mesmo se quer seguir a carreira em algo próprio, como estou fazendo aqui no Mudança de Planos. Pense o que é melhor e aja. Mas jamais fique se lamentando todos os dias e pensando como seria melhor se você não estivesse mais lá, se conseguisse uma vaga em outro lugar ou como seria trabalhar por conta.


“Ah, mas se não der certo o que eu faço?”

Você só vai saber se sua tentativa dará certo se tentar. Te garanto que TODOS os empreendedores sabiam o risco que corriam e tinham em mente que nem tudo poderia dar certo. Mas eles foram lá e tentaram, trabalhando muito e suando a camisa. Olhamos para alguns deles e pensamos como seria bom se um dia chegássemos ao mesmo nível. É sempre bom lembrar: se eles chegaram naquele ponto, tem muito mérito porque foi necessário muito esforço e dedicação.

Mas e quem disse que não podemos chegar? Você se acha tão fracassado ao ponto de nem tentar? Se ficar a vida inteira com a bunda na cadeira, apenas pensando em como seria melhor sair de seu emprego, você nunca chegará nem perto disso que almeja. Portanto, tenha coragem de encarar os possíveis desafios. Se der certo, você ficará realizado por ter conseguido ir tão longe e terá a certeza de que tudo é possível, basta persistir no que quer.

Seja bem-vindo

Bem-vindo ao Mudança de Planos. Esse é só o início de tudo que pretendo mostrar por aqui. Quero que você me acompanhe nessa jornada. Entre em contato comigo e vamos bater um papo. Espero de coração que esse site seja útil para você mudar seus planos e, futuramente, você seja um dos meus entrevistados para contar como foi sua trajetória.

 

 

 

4 comentários em “Comece por aqui

  • 18 de junho de 2015 at 22:52
    Permalink

    Olá,
    Gostei do seu blog, aguardo mais matérias sobre assuntos relacionados ao último artigo que li.
    Para mim, que sou um iniciante no assunto, são dicas muito importantes e que me ajudam muito a crescer.

    Responder
    • 19 de junho de 2015 at 13:09
      Permalink

      Olá, tudo bem?

      Obrigado pelo comentário. Que bom que gostou dos conteúdos.

      Visite sempre o site que sempre coloco conteúdos que possam interessar e entrevisto pessoas da área.

      Abração!

      Responder
  • 2 de fevereiro de 2016 at 17:59
    Permalink

    Muito legal a sua iniciativa! Me inspirou de verdade!

    Responder
    • 2 de fevereiro de 2016 at 19:46
      Permalink

      Que legal Carol! Muito bom saber disso!

      Se precisar de alguma ajuda é só dar um grito.

      Abração!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

write college essays get a quote to write history essay algebra & trigonometry affordable custom research papers pay someone to write an essay